Olá! Me chamo Luís e você? Seja muito bem vindo, aqui neste singelo espaço, você encontrará várias histórias e lendas, antigas e atuais da nossa bela Laguna





Foto: Elvis Palma | A tradição da pesca artesanal (Molhes da Barra)

18 de outubro de 2014

19 - Silvio Santos anuncia: Laguna no "Cidade x Cidade"

Vinheta do programa (arquivo/SBT)
Dezenas de ônibus saíram da Praça Vidal Ramos, o destino era a capital paulista, o local Teatro Manoel da Nóbrega, um dos teatros usados pelo apresentador Silvio Santos para gravação de programas, mais porque isso?

Vamos descobrir?
Era o ano de 1978, alguns meses após do carnaval chegou a notícia de que Laguna tinha sido selecionada para participar do Programa Silvio Santos, que na época durava onze horas.

Um dos quadros do programa era a gincana Cidade x Cidade, - em que uma cidade enfrentava outra numa gincana com diversas provas –, para qual fomos convocados, o responsável pela inscrição na competição foi o doutor Rogério Carvalho da Rosa, advogado lagunense que trabalhava numa empresa de São Paulo e que prestava serviços para a produção do programa.

A equipe e as disputas

O prefeito da cidade na época era Mário José Remor (que para muitos foi um dos melhores que Laguna teve), e ele tratou logo de montar a equipe lagunense que iria para São Paulo, gravar a gincana. Escolheu então o advogado Adib Abrahão Massih para ser o coordenador da equipe e Carlos Araújo Horn (Carlinhos), para as relações públicas.

Após ser montada a equipe, era hora de esperar chegar o primeiro dia de gravação, que foi marcado para uma terça-feira, dia 20 de maio de 1978, partiram da Praça Vidal Ramos, meia-dúzia de ônibus fretados exclusivamente para levar a torcida de Laguna para a capital paulista. E o que não faltou foi gente indo esperar o ônibus passar na estrada ou partindo da cidade, e retornando dos estúdios, lembra a professora Andréa Matos Pereira.
Praça Vidal Ramos, 1978
(Acervo Valmir Guedes Junior)

A primeira adversária de Laguna foi a cidade paulista de Caçapava, importante cidade do interior paulistano, que... Perdeu para a Cidade Juliana, que deu excelente audiência para o programa que foi exibido num domingo. Já no segundo domingo, enfrentamos outra cidade do interior paulistano, a bela Tupã, que perdeu para Laguna, e a cidade eufórica foi animada para o nosso terceiro embate. Contra Jacareí, se enfrentamos uma... duas... três vezes, e nessa última, perdemos para a paulistana, dizem até hoje que fomos injustiçadas...

Perdemos no programa, mais ganhamos um reconhecimento durante o mês de competição a intensa animação, contagiou até o saudoso locutor Lombardi (o dono da voz mais famosa do Brasil, mah oê!), que disse a "Laguna era a cidade mais animada que já tinha passado pelo programa",

O Cidade x Cidade, também tinha seu pretexto comercial, no momento em que a cidade começava a participar do programa, chegavam à cidade diversas kombis com vendedores do famoso Carnê do Baú da Felicidade, aqui, as vendas foram um fracasso total.

Mais enfim, espero que tenham relembrado a nossa participação no programa, e até o próximo domingo... Espera!... Para tudo, e rebobina o VT, que a história não acabou

A Competição

Como toda boa maratona, o programa possuía diversas provas, diversas mesmo. Lembram diversos leitores do blog, de várias provas e o que foi usado por Laguna para ganhar, aliás, um detalhe, Laguna vencia quase todas as provas:

Ganhamos com a matéria de jornal mais assustadora: o artista plástico e jornalista Richard Calil Bullos, com o seu O Renovador, falando sobre o Monstro da Lagoa Santo Antônio dos Anjos.
Um galo que cantava, cantava, cantava tanto, que as gravações tiveram de ser interrompidas e o galo levado para quilômetros de distância do teatro.

Troféu oferecido pela
Prefeitura de Laguna
(enviado por Aste
Marie Perssoni)
A professora do CEAL, dona Maria de Lourdes mostrando aos jurados do programa, urnas funerárias com ossadas que foram encontradas nos vários sambaquis de Laguna, porém, teve um jurado que a menosprezou, preferindo os teatrólogos animais, essa não ganhamos.

A luta de boxe vencida pelo Jacó (?), e da imitação perfeita do rei do rock Elvis Presley feita pelo senhor Rosalvo (?), a dona Rosa Rezende ganhando como a mais idosa das participantes. E o senhor com o maior bigode, mais uma vitória para Laguna.

Não esqueçamos Aste Marie Perssoni, que acertava todas as perguntas de conhecimentos gerais, mais errou uma sobre futebol, e segundo presentes no dia, Silvio teria dito que sabia qual seria o seu "Calcanhar de Aquiles", comentário este que foi cortado na edição, aliás, a edição é até hoje feita na presença do patrão.

No quesito de conhecimentos gerais, o trio de estudantes lagunenses Flávio Brandão Delgado, Edésio Joaquim e Sara Raquel Nacif Baião acertavam quase todas as perguntas.

Foi também apresentada uma homenagem ao professor Jairo Ulysséa Baião, ao saudoso comendador Santos Guglielmi e à Carlos Cordeiro Horn (in memorian) que receberam as medalhas de Honra ao Mérito

Tínhamos quatro mulheres, que venceram o concurso das "Mais belas mulheres da gincana", sempre por suas belezas e simpatia. Eram elas Marion Remor, Simone Cidral, Sônia Nascimento e Sônia Bento. Marion Remor arrancou vários suspiros e elogios, principalmente do saudoso jurado Sérgio Bittencourt.

A Injustiça e a recepção aos participantes

Conto com o comentário de Mércia Ocjorge, uma das provas era o tiro ao alvo, o participante teria de acertar um determinado alvo que valia 5 pontos, porém só foi computado 1 ponto, e com isso Jacareí no somatório final fez mais pontos e no placar geral ganhou de Laguna, era o trágico domingo de 18 de junho de 1978.
Recepção aos participantes. (Foto Bacha / Acervo Valmir Guedes)
Mas bola pra frente, agora é hora de voltar para a cidade, e como estávamos em junho, época da trezena de Santo Antônio, até a imagem do padroeiro veio receber os participantes com os prêmios ganhos - dois fuscas - e ainda com grande festa ouviram o discurso do nosso coordenador Adib Abrahão Massih, que ressaltava inflamado que nós fomos injustiçados.

Posteriormente durante as trezenas de Santo Antônio, os dois fuscas foram rifados cuja renda das rifas foram revertidas para entidades de caridade.

O apresentador e o Programa

Carioca da Lapa, Senor Abravanel nasceu em 1930, é o sexto filho de Alberto e Rebecca Abravanel, pela origem de sua família, é descendente de Dom Isaac Abravanel, estadista judeu que salvou seu povo que vivia na Espanha.

Silvio Santos, na Globo em 1973.
(acervo O Baú do Sílvio)
Desde cedo Senor, começou a trabalhar, aos quatorze anos era camelô, foi nessa profissão que certo dia, seu irmão, Leon Abravanel, que avisava quando os guardas estavam vindo, falhou e um deles chegou até o jovem, apreendendo toda a sua mercadoria, e ao ver o jeito do rapaz de se relacionar e falar, recomendou a ele que fosse na extinta Rádio Guanabara, pois estavam realizando testes de locutores.

Chegando à Rádio, ele assumiu um pseudônimo: Silvio (pois sua mãe o chamava assim) Santos (pois os santos sempre ajudavam quem necessitava) e, de tanto sucesso nas rádios, chegou a televisão em 1962, comandando o programa Vamos Brincar de Forca, na TV Paulista (hoje TV Globo SP), em 1965, a estação foi comprada pelo empresário Roberto Marinho, e o programa de Silvio, agora nomeado com seu nome passou a ser transmitido para todo o Brasil, pela Rede Globo de Televisão.

Nos anos 60, comandava três programas em duas emissoras, era: o Programa Silvio Santos, aos domingos das 11 às 21 horas pela Rede Globo e às terças e sextas feiras pela TV Tupi, era exibido os programas Cidade x Cidade e SS Diferente. Em 1975, Silvio conseguiu a concessão de sua própria emissora no Rio de Janeiro e em 1976, deixou a Globo para inaugurar a sua TVS - TV Studios, transmitindo o seu programa pela sua estação no Rio e pela TV Record em São Paulo, emissora a qual ele era dono de 50% das ações, a TV Tupi também entrava nesse pool de transmissão. Foi com o fim da pioneira televisão, que abriu caminhos para a inauguração, em 1981, do SBT, a sua rede nacional.

O Cidade x Cidade, em sua primeira fase durou de 1969 a 1971, já em 1976 retornou pela TVS como 'arma' contra a toda-poderosa Rede Globo que exibia o 8 ou 800?, a segunda fase durou até 1994, sendo apresentada por Augusto Liberato (Gugu).

Agradecimentos

Em especial aos leitores que comentaram na fanpage do blog, e contribuíram com informações para esta história, são eles: Aste Maria Perssoni, Maurício Machado, Jane Nunes, Mércia OcJorge, Jo Rezende. E à Hamilton Kuniochi, do excelente O Baú do Sílvio, que colaborou com as informações sobre o programa. E também a professora Andréa Matos Pereira, que colaborou com informações.

E se você se lembrar de alguma passagem do programa, comente!

Bônus

Vídeos do Cidade x Cidade de julho de 1978 (arquivo de Levy Fiority e SBT)

Infelizmente poucos registros restam do Cidade x Cidade dos anos 70, uma vez que a TVS, reaproveitava fitas antigas e também sofreu enchentes em São Paulo e muitas fitas foram perdidas, direto do Youtube, dois registros de Jacareí, gravados em julho, imaginem poderia ter sido a nossa participação ali, mais o que vale é relembrar o programa:


___________________

Referências

Base Eletrônica de Dados

  • Hamilton Kuniochi. O Baú do Sílvio - o blog especializado em Silvio Santos. Diversos Artigos. <disponível aqui>
  • Rede Globo. Oito ou Oitocentos?. Projeto Memória Globo. <disponível aqui>
  • Valmir Guedes Junior. Blog do Valmir. Laguna no "Cidade x Cidade", de Sílvio Santos. <disponível aqui>
  • WIKIPÉDIA. Verbete Silvio Santos. <disponível aqui>

4 comentários:

  1. O senhor que ganhou como o maior bigode para Laguna, era o meu pai, Alonso de Azevedo Matos, sergipano cabra da peste, casado com a lagunense Juçara Cidade Matos, mais conhecida como Sarita, ambos já falecidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário Rosângela, desculpa a demora em responder. Vou atualizar o texto para incluir o nome do seu pai. Volte sempre, o blog está de páginas abertas, para a sua visita.

      Excluir
  2. Meu avo Euclides nunes hoje falecido tinha e guardava com maior carinho uma medalha ganhada nesse programa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fábio. Desculpa a demora em lhe responder, seu avô participou do programa? Em alguma gincana ou prova? A medalha ainda existe, gostaria de poder anexar ao texto, se for possível. No mais, obrigado pelo comentário e pela visita, volte sempre :)

      Excluir

Olá, leitor! Tem alguma coisa à dizer?
Seu comentário será sempre bem vindo!
Peço gentilmente que o autor do comentário se identifique.

Copyright © Blog As Mil e Uma Histórias de Laguna | Direitos Reservados à Luís Claudio Joaquim Abreu

Design original: Anders Noren | Editado por LUCLA